O Historiador Cristão Eusébius, contesta a Trindade.

Por Yosef Aharon
Mat. 28:19, 20 GREGO
19. πορευθέντες μαθητεύσατε πάντα τὰ θνη, βαπτίζοντες αυʆτοὺς ειʆς τὸ ᆊᆊ νομα του˳ Πατρὸ ς
καὶτου˳ Υιʇου˳ καὶ του˳ ሳ Αγίου Πνεύματοs.
20. διδάσκοντες αυʆτοὺς τηρει˳ν πάντα ᆊᆋ σα εʆνετειλάμην υʇμι˳ν· καὶ ιʆδοὺ εʆγὼ μεθ ᆊ ᇹυʇμω˳ν
ειʆμι πάσαςτὰς ηʇμέρας ᆊ ως τη˳ς συντελείας του˳ αιʆω˳νος. αʆμήν.
19. Poreuthéntes matheteúsate pánta ta éthne, baptídsontes autoús eis to ónoma tou Patrós
kai tou Huioú kai tou haguíou Pneúmatos.
20. didáskontes autoús teréin panta ósa eneteilámen humín kai idoú egó meth’humón eimi
pásas tas heméras éos tes sunteléias toú aiónos. Amén.
19.Indo, façam discípulos de todas as nações, submergindo-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
20. Ensinando-os a guardar tudo quanto os ensinei, e , estarei com vocês todos os dias ate a consumação do século. Ámen.
Mateus SHEM TOV - Hebraico
19. Lekhu atem
20. weshamru otam leqayém kol hadevarim asher tsiwití atkhem ad olam.
19. Ide,
20. e (ensinem) a guardar todas as palavras que lhes foi ensinado para sempre.
A primeira visão que o texto Grego apresenta, é que, as frases são muito mais extensas do que o
texto Hebraico de Shem Tov. O segundo pensamento é que, os copistas Gregos, usaram palavras
extras para se assegurarem, de terem atingido uma fórmula trinitária, incorporada ao texto grego; que não aparece no texto Hebraico. Parece haver uma interpolação deste versículo, no texto Grego.
Como podemos saber se, a uma interpolação no texto Grego, e não uma omissão no texto
Hebraico?
Se fôssemos ver os antigos documentos, dos séculos dois e três, da citação
a Mateus 28:19, teremos um testemunho de como esta passagem foi escrita nos primeiros séculos.
Não temos esses documentos? Sim, Sim, há vários!
Um dos mais impressionantes, é!
1.O depoimento do antigo historiador Cristão, e Bispo de Cesaréia do século 2, Eusebius de Cesaréia (265 CE --339 CE).
Na virada do século 2, início do século 3. Eusébio escreveu vários livros, em que o caso que estamos abordando, " A Trindade nunca esteve na Biblia" Foi citado por ele, no minimo cinco vezes!(Mateus28:19.)
O interessante é que Eusebius fez estes comentários, a partir de manuscritos Gregos muito mais velhos do que os mais antigos em existência hoje. Os mais antigos existentes, são os do século4; reflectida nas edições da Nestlé e Wescot e Hort.
Eusebius fez seus comentários em cima de manuscritos Gregos, dos séculos dois e três. E em
nenhum de seus comentários, o fez, a partir deste texto de fórmula trinitária atual, mas deste que afirma: "Ide e fazei discípulos de todas as nações em meu nome,"(Mateus 28:19), nos manuscritos, dos séculos [2] e [3], não é mencionado o mergulho/Batismo da fórmula trinitária, existente hoje, na Bíblia Cristã.(Mateus 28:19! Batizando-os, em nome do Pai do Filho e do Espirito santo)
No documento a
nexado o leitor verá, diretas citações nos livros de Eusebius.
Alem de Eusebio, houve outros escritores Gregos antigos, que escreveram sobre Mateus
28:19, e nenhum deles citou, como aparece os atuais textos Gregos, dando a todos o
testemunho que a fórmula trinitária foi introduzida em Mateus 28:19, provavelmente no século
Quatro da era comum.
Numa futura edição destas observações, citaremos vários outros antigos autores, comentando sobre Mateus 28:19, em um modo diferente, como se lê hoje. Além disso, nos casos em que são mencionados Mekve/Batismo no livro de Atos, em qualquer dos casos, se referindo a uma imersão" em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo "em cada um que se menciona o nome, se refere a uma imersão em nome Yahshua. (Ver Atos 2:38, 22:16.)
Seria muito estranho está rebeldia dos apóstolos, imergirem seus crentes "em nome da Yahshúa" se tivessem sido instruído pelo Mestre a fazê-lo, "em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo", isto teria sido uma desobediência.
Mas as evidências mostram, que os apóstolos nunca usaram a fórmula Trinitária, portanto, ela foi adicionada ao textos Gregos vários séculos após os apóstolos terem partido.
Trechos do Evangelho de Mateus, comentado por Eusébio; editado por W. J. Ferrar
(Estes são trechos que Eusebius comentou, do livro de Mateus 28:19)
As seguintes sete citações de Mateus 28:19, conforme mostrado abaixo são do livro, O julgamento do Evangelho, do antigo historiador Eusebius.
A intenção deste artigo não é para apoiar a filosofia de Eusebius, mas buscar o seu acesso ao texto de Mateus 28:19, dos primeiros séculos, atraves dos comentarios deste.
Eusebius (265 CE - 339 CE), quando foi proclamado bispo de Cesaréia teve acesso à famosa
Biblioteca de Cesaréia, e portanto suas referências a Mateus 28:19, foram tiradas de suas leituras feitas, nos manuscritos mais antigos armazenados naquela Biblioteca, e que também estão disponíveis para nós, ate o dia de hoje.
(Para precisão, os textos citados que Eusebius escreveu, sem trocar nada. Deixaremos intacto os
nomes Gregos, como Jesus, etc.)
(1) Livro III, Capítulo 7, 136 (a-d), p. 157
Enquanto ele, que não concebeu nada humano ou mortal, é como verdadeiramente Ele fala, com a voz de Deus, dizendo estas palavras aos seus discípulos, aos mais pobres dos pobres: "Ide e fazei discípulos de todas as nações." Mas como?" Os discípulos pudessem ser razoavelmente Mestres, "Nós podemos fazer isso: Como, orar, podemos pregar aos romanos: Como é que podemos discutir com os egípcios? Somos homens criados para a Síria, de usar apenas a nossa língua, a língua para os gregos: Como convencer os Persas, Armenianos, caldeus, Escitianos, índios e outros povos bárbaros a renunciar a seus deuses ancestrais, e adorar o Criador de tudo?
Qual a eficácia do discurso no qual nos confia tentar um trabalho como este? E o que nós temos de esperança no sucesso, que se atreva a proclamar leis diretamente, opostas aos direitos relativos aos seus próprios deuses, que foram estabelecidas há séculos entre as nações? Poderia sobreviver a nossa tentativa ousada?Mas enquanto os discípulos de Jesus eram mais propensos a dizer isso, pensou isso, o Mestre resolvido, em suas dificuldades, acrescentava uma frase dizendo, que eles teriam sucesso ", em meu nome." E o poder do seu nome é tão grande, que os apóstolos diziam, "Deus lhe deu um nome que está acima de todo nome, que, no nome de Jesus todo joelho irá se curvar, as coisas no céu e as coisas na terra, e as coisas debaixo da terra, "Ele mostrou a força do poder em seu nome, ocultado da multidão, quando Ele disse a seus discípulos:" Ide e fazei discípulos de todas as nações em meunome. "
Ele também previu o futuro com mais precisão quando ele disse, "porque o evangelho deve ser primeiramente pregado em todo o mundo, para dar testemunho em todas as nações."
(2) Livro III, Capítulo 6, 132 (um), p. 152
Com a palavra e voz Ele disse, aos seus discípulos: "Ide e fazei discípulos de todas as nações em Meu nome, ensinando-os a guardar todas as coisas que tenho ordenado a vocês" ...
(3) Livro III, Capítulo 7, 138 (c), p. 159
Quando eu voltar meus olhos para a prova do poder da Palavra, que conquistou multidões, e
enormes igrejas foram fundadas por esses pobres e iletrados discípulos de Jesus, na escuridão e
lugares desconhecidos, mas o mais nobre, quero dizer Roma Real, Alexandria, Antioquia,
em torno de todo o Egipto e Líbia, a Europa e a Ásia, e em todas as cidades e casas de campo e
entre as nações - Estou irresistivelmente obrigado a rever meus passos e olhar para a sua causa, confesso que só poderia ter sucesso no seu empreendimento arrojado, por mais um poder divino, e mais forte que o do homem e para a cooperação do que ele disse, "fazei discípulos de todas as nações em meu nome."
(4) Livro IX, capítulo 11, 445 (c), p. 175
Ele ordenou a seus discípulos depois da sua rejeição, "Ide e fazei discípulos de todas as nações emmeu nome."
(5) Livro I, capítulo 3, 6 (um), p. 20
A partir daqui, naturalmente, o nosso Senhor e Salvador, Jesus, o Filho de Deus, disse aos seus
discípulos após sua Ressurreição: "Ide e fazei discípulos de todas as nações", e acrescentou:
"Ensinando-os a guardar todas as coisas, que eu vos tenho ordenado. " (1)
Nota 1, na edição de W. J. Ferrari: Mateus 28:19. Este versículo é citado sete vezes, e na
manifestação com a omissão da referência ao batismo à Santíssima Trindade. Conybeare (Hibbert Journal, i. (1902-3), p. 102), que sustenta que a referência foi interpolada por razões dogmáticas, e não foi totalmente cobertos no texto após o Conselho de Nicéia, não apoiou a idéia da prática de Eusebio. Esta é a idéia de Kirsopp Lago, Enciclopédia de Religião e Moral, ii.380 e Moffat,
O histórico novo teste. 1901, p. 647. A historicidade das palavras verbo é negada por ipsissima
Harnack, Clemen, e J. A. Robinson, Enciclopédia Bíblica, art. "Batismo" dos factos tomados
literalmente sugere que o batismo apostólico era simplesmente em nome de Jesus. - (Atos 8:12-16, Atos 9:18, Atos 22:16)
(6) Livro I, capítulo 5, 9 (a), p. 24
"Ide e fazei discípulos de todas as nações, ensinando-os a guardar todas as coisas, que tenho
ordenado vocês." Como poderia ele dar referencia apenas, ao ensino e à disciplina do pacto Renovado?
(7) Livro I, capítulo 6, 24 (c), p. 42
"Ide a todo o mundo e fazei discípulos de todas as nações ... ensinando-as a observar tudo o que
vos ordeno."
Bibliografia: Eusebius (265-339) bispo de Cesaréia de cerca de 314 tem sido descrita como o filho de Pamphilus. Escreveu vários livros, o mais conhecido dos quais é a História Eclesiástica de Eusebius. Outros foram escritos, e a demonstração que temos as provas do Evangelho, e
Quaestiones Stephanum, bem como o epítome. Segundo a Nova Enciclopédia de Conhecimento
Religioso Schaff-Herzog, "Com o tempo aprendi que considerava a sua mais cara."
As referencias a cima, das sete citações de Mateus 28:19 como o versículo reflete, Eusébio tendo
acesso aos textos da biblioteca em Cesaréia, seus escritos foram postados, pelo entendimento que ele teve, ao ler os evangelhos que estavam nesta Biblioteca.
O problema com a maioria das traduções, incluindo a versão Reina Valera, no que se refere ao texto de Mateus 28:19, é que elas refletem uma incompreensão da adição de formulação da casa Católica, e não do direito das palavras proferidas pelo nosso Mestre e Salvador.
Como no versículo, a doutrina da Trindade está sendo discutida no momento, e para acessar o original, que Eusebio denunciou o texto de Mateus 28:19 com os textos antigos, não Trinitários, isto é o mais grave para todas as contrafacções.
É tempo de recuperar o verdadeiro cristianismo, nas palavras do nosso Mestre, e ensinarmos as
palavras que foram escritas no Evangelho original de Mateus como segue:
"Ide a todo o mundo e fazei discípulos de todas as nações em meu nome" (Mateus 28:19).
"E este evangelho será pregado em todo o reino do mundo, para dar testemunho a todas as nações: e então será o fim" (Mateus 24:14).
Qual será que a tradução correta do Evangelho de Mateus, para desempenhar um papel na difusão do Evangelho Eterno?
(Apocalipse 14:6 - "Eu vi voando através do céu outro anjo, que tinha o evangelho eterno para pregar aos habitantes da terra, a toda nação, tribo, língua e povo."
.................................................. ..........................................
Outros antigos escritores, citando Mateus 28:19, aparecem de maneira diferente dos textos
Gregos de hoje.
Algumas variáveis, mas nenhum deles contém a fórmula trinitária, "em nome do
Pai, Filho e Espírito Santo." Assim, a fórmula Trinitária, foi adicionada anos após a data em que,
estes antigos escritores, e Historiadores Cristãos viveram, DC.

Comentários

  1. Desculpem me a sinceridade, mas não colou esta tentativa de vc's.
    O textos gregos mais antigos que se conhece da Bíblia são os alexandrinos que datam do seculo II E III e estes conservam a formula Trinitariana do texto.
    E também já que vc's não querem apoiar a filosofia de Eusebio não deveriam nem cita lo, quem garante que ele não mudou o sentido de propósito? Já que ele não era tão confiável assim.
    Tem o fato de sabermos também que os manuscritos antigos eram queimados por Roma, e se este manuscrito que vc's falaram estavam numa biblioteca com certeza era porque o tal documento não era confiável e nem apreciado pelos cristãos, a ponto de serem deixados numa biblioteca, os manuscritos mais confiável eram escondidos naquele século e não dava sopa por aí.

    ResponderExcluir
  2. Eu acredito que foi acrescentado por Roma. Eh facil compreender isso quando eh estudado a doutrina da Divindade biblicamente. Vemos apenas o Pai como UNICO DEUS soberano, e que Este Deus possui um Filho semelhante a Ele, o qual morreu para a nossa salvacao.

    ResponderExcluir
  3. Silas; primeiro pesquise e coloque as provas aqui, para depois a tua base escritural ser identificada como verdadeira.
    Eu coloquei as provas ai, em documentos e você só falou sem provar nada.

    Yochanan

    ResponderExcluir

Postar um comentário