O nome do Nosso Criador


Original Por: Yosef Ben Ruach.

Traduzido por: Yochanan Fonseca.

Nota do Autor:

Shalom, Nazarenos!

As seguintes coleções de estudos que foram publicados originalmente para Internet, mas que depois decidiu-se imprimir sob forma de brochura. Nós decidimos que eles seriam vinculados em formato paperback, para formar um estudo mais eficaz de ajuda, para reduzir custos esimplificar a distribuição.
As pessoas muitas vezes perguntam qual a versão do Livro que eu uso.
Salvo notar, tenho geralmente iniciado com o Nova versão King James e, em seguida, corrigido para as divisões além dos nomes. Tenho também corrigida qualquer formulação que não transmite com precisão o significado do original Hebraico e / ou aramaico.

Com a excepção da sua profanação dos nomes, a Nova versão King James é geralmente correcta, e capta a essência do original, em alguns idiomas noventa e nove por cento de todos os casos.
No entanto, pela própria natureza de um estudo como este, serve de guia, vamos nos concentrar sobre os erros que precisam ser corrigidos, se esses erros são erros de tradução, ou erros na doutrina.
Ao apontar erros de tradução, eu tenho tentado apresentar o original em hebraico e / ou aramaico para o Inglês, a fim de que aqueles que querem investigar a questão podem ter a fonte da material original ali.
O hebraico vem do hebraico Massorético Texto que, embora não sem falhas, é o comumente aceito,é o texto actualmente utilizado pelos nossos irmãos em Judá.
Para o aramaico, salvo notar que tenho usado o hebraico tradução da versão corrigida do Jerusalém Bible Society (JBS)(A Biblia de Jerusalém) aramaico (2005Peshitta CE). Minha razão para isso foi a de que muitos leitores ao lerem o script do aramaico Estrangelo se assustavam, e os pontos foram muito bem feitos utilizando a (JBS) como tradução do hebraico .
Finalmente, sou frequentemente solicitado a fornecer notas de rodapé, e outros estilos-Ocidentais referências cruzadas. Tenho evitado isto, porque a minha convicção é que a Escritura é a melhor e. a mais alta autoridade sobre todos os assuntos doutrinarios.
Se um não pode compreender um ponto simplesmente por ler as passagens relevantes das Escrituras, então não faz sentido a referência a outro autor. É esta outra palavra do autor mais importante do que Elohim?
Tanto os Efraimitas, como os judeus, tenham cometido erros no passado, em que tenham prestado mais atenção às palavras do homem, apesar de terem a Palavra de Elohim. A minha abordagem, portanto, é simplesmente para mostrar, em que estado se encontra a Palavra de YHWH, e, em seguida, fornecer apenas o suficiente para o comentário como um versículo diz respeito a outro, com a ênfase estar em Sua Palavra (e não o meu próprio pensamento). Dir-se-ia a isso; que, a Escritura fala por si.
Peço por favor que você ore ao Pai; para pedir-lhe que, tire de nossas mentes as coisas do acusador, para que possamos nos apegar apenas ao que o que é bom.
Shalom._SetupBidi('source'). Como devemos Pronunciar o Nome de YHWH
O Terceiro Mandamento nos di; para não tomarmos o nome do nosso Criador em vão.
A nova versão de Kig James, diz:

Êxodo 20:7
1- "Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor
não terá por inocente o que o tomar o Seu nome em vão ". Nkjv
Muitos cristãos sabem que o mandamento de não tomar o seu nome em vão, significa! "não jurar falsamente, ' e "para não usar seu nome de uma forma irreverente."
Contudo, uma vez que não se traduz directamente do hebraico para Inglês, ou Português, é possível que seja mais do que isso!
Quando se pesquisa a palavra "vão" (Strong's OT # 7722, ‫ (, לשוע‬vemos que ela implica também uma proibição de “"falar o nome dele desoladamente ', ou'
que lhe darem nomes falsos ". (Uma das indicações para este sentido é: “os Deuses das nações estrageiras são coisas vãs!” No sentido de não terem valor algum, seus nomes são pronuncias falsas, eles são pronunciados em vão; e por este motivo, também o nome de YHWH se for pronunciado como o nome de um Deus pagão, ele será pronunciado em vão!) Strong's OT: 7723 shav '(shawv); ou shav (shav); da mesma forma que OT: 7722, no sentido de desolação; mal (como destrutivos), literalmente (arruinar) ou moralmente; figurativamente idolatria (como um nome falso, subjetivo), inutilidade (como enganoso, objectivo; adverbial também, em vão):
O que issoquer dizer? O Terceiro Mandamento não é apenas o mandamento contra o abuso do Nome Divino, mas também é contra o mandamento de(pronunciar nomes falsos que não são o dele)o seu nome desolado "(por falta de uma utilização verbal correcta).
No entanto, este é precisamente o que a maioria dos crentes fazem,(Falam o seu nome em vão, pronunciando-ocom nomes de Deuses pagãos.) YHWH diz-nos mais uma vez, que Ele quer que Seus servos conheçam o seu nome! E que eles sejam como seus enviados; e que através deles seu nome seja conhecido em toda a terra.
Por exemplo, Êxodo 9:16 diz-nos:
Shemote (Êxodo) 9:16
16. Mas, se te deixo incólume, é para que Vejas o Meu Poder, e que o Meu Nome seja glorificado por toda terra.
No Tanach (Primeiro Pacto), vemos muitos exemplos de antigos israelitas honrando os mandamentos/Torah do Criador para tornar seu nome
conhecido,utilizándo-o no cotidiano com saudações. Por exemplo:ONkjv diz:
Rute 2:4 4 Agora eis que Boaz veio de Belém, e disse aos segadores, "O Senhor esteja convosco!" E eles responderam-lhe, "O SENHOR o abençoe! " Nkjv
No entanto, existe um problema com as Traduções ocidentais, como a Nkjv.
Quando nós estudamos o Tanach (Primeiro Pacto) no original hebraico, nós achamos que no antigo Israel, os Israelitas não invocavam o nome de "O SENHOR" como sendo o nome de nosso Criador; não era efectivamente "SENHOR".
Vamos falar sobre o nome de nosso Criador, mas primeiro vamos ver que o nome "SENHOR" é na verdade o nome do antigo Deus Cananeu Ba'al uma divindade pagã. Strong's OT: 1167 ba `al (bah'- al), a partir de OT: 1166, um capitão, por conseguinte, um marido, ou (figurativamente) proprietário (muitas vezes utilizados com outro substantivo em modificações do presente último sentido):
Kjv - arqueiro, tagarela, pássaro, capitão, chefe homem, cúmplice, tem que fazer, sonhador, aqueles a quem é devido, curioso, aquelas que são dadas a ele, grande, peludo, ele que fez isso, têm, cavaleiro, marido, senhor, o homem, casado, mestre, pessoa, sob juramento, eles de. Falamos mais sobre por que essa informação é importante no livro Yisraelias Nazarenos, a começar sobre a página 100 (em o capítulo "A Advertência Final').
Mas se o nome do criador não é "SENHOR", então qual é o nome do criador?

Certamente, temos de pelo menos saber o nome dele, se queremos torná-lo conhecido em todo o terra.
Em hebraico, o nome do criador está escrito Yud-Hey-Vav - Hey, (ou ‫ , יהוה‬lembrando que se lê em Hebraico, a partir da direita para a esquerda). Enquanto a maioria das principais traduções em Inglês tornaram a pronúncia como "Jeova," o nome "Jeova" não é tecnicamente correto, como nunca houve qualquer letra 'J' ou som em hebraico(no alfabeto hebraico).
No entanto, se ‫יהוה‬ não é correctamente pronunciado como "Jeova," então, como é o seu nome corretamente pronunciado?
Em hebraico, o nome Judá é pronunciado: 'Yehudah' ou 'Y'hudah "( ‫ .( יהודה‬Note-se que este nome é soletrados muito à semelhança do nome Divino. Quando se compara o nome Divino (‫( יהוה‬ ao nome da tribo de Judá ( ‫ (, יהודה‬pode-se ver que as principais diferença entre estes dois nomes é que o nome da tribo de Judá contém uma letra extra, o “Dalet” (ou ‫(, ד‬ dando o nome Judá um 'd' som que o nome ‫ יהוה‬não tem).
Logicamente então, se subtrai uma letra extra, o“Dalet” ( ‫ ( ד‬do nome Judá, o som extra 'd' desaparece, e então fica com a provável e verdadeira pronúncia do nome de nosso Criador
: יהוה‬
Yahudah= יהוד

‫ = יהוד‬Yahudah
‫ = יהוה‬Yahuah
(ou 'Yahuwah')
Embora esta derivação é lógico, ser facilmente replicada, pode haver aqueles que preferem a pronunciar do nome Divino, em uma das suas outras formas tradicionalmente aceitas, tais como Yahuweh, Yahweh, Yahveh, Yahoveh, ou algumas outras derivações.
O autor não assume nenhuma questão com a decisão do leitor sobre este assunto, mas só incentiva o leitor a utilizar o Hebraico, de forma que ele sente ser o mais correcto.
A razão pela qual nós encorajamos um pronúncia em hebraico é que as letras do nome do nosso Criador são transliteradas assim: Yud, Hey, Vav, Hey. Embora isto possa ser eventualmente anglicano como "Jeová," não há uma maneira possível de pronunciar correctamente Yud-Hey-Vav-Hey. ( ‫ ( יהוה‬como « SENHOR. "
Com efeito, o Terceiro Mandamento é o comando para não deixar o nome do nosso Criador ser pronunciado falsamente "ser uma mentira desolada, ' e uma vez que a palavra "Deus" é na verdade o título da divindade pagã Ba'al, o nome do nosso Criador, pronunciado como "SENHOR" é na verdade para ligar o nosso Criador/YHWH, ao Deus Ba'al! Isto transgride o Terceiro Mandamento,
em que é usado um falso substituto para o Seu nome.

Strong's OT: 7723 shav '(shawv); ou Shav (shav); da mesma forma que OT: 7722, no sentido de desolação; mal (como destrutivos), literalmente (arruinar) e moralmente arrancar seu nome do mundo; figurativamente idolatria (como nome falso, subjetivo), inutilidade (como enganoso, objectivo; adverbial também, em vão):

O Nome do Messias

Além do Terceiro Mandamento, As Escritura também diz-nos que há apenas um nome dado a cima dos Céus e entre os homens, pelo qual os homens alcançarão a salvação. Ma'aseh (Atos) 4:12 12 não há salvação em nenhum outro nome, e que não existe outro nome sob os céus dado entre os homens pelo qual nós devem ser salvos. "
No Ocidente, o nome do nosso Messias é comumente pronunciado como "Jesus Cristo." No entanto, o título "Cristo" não efectivamente um termo hebraico, mas é uma derivação do nome de "Krishna", o Deus hindu da guerra.
Os gregos adaptaram 'Krishna' em seu panteão, e então eles mais tarde utilizaram o termo "Christos" para referir-se ao Messias de Israel. No entanto, está completamente incorreto, como a expressão correcta em hebraico é "Mashiach". Enquanto Mashiach pode se traduzir como Messias, não se assemelha ao termo 'Christos'.
Ocidentais tendem a colocar pouca ênfase nas palavras e seus sons, acreditando que uma rosa (por qualquer outro nome) cheira tão doce. No entanto, o pensamento hebraico , as palavras e os seus sons são é extremamente o mais importante, pois Foi por palavras que o Criador chamou o mundo
em existência.
É também óbvio que o nome "Jesus" não pode ser o nome real do Messias. Pelo significado de seu nome em hebraico(Ser Yahweh Salva), como não se tem letra 'J' no idioma hebraico.
Portanto, o Messias, em seu nome real não pode ser "Jesus." Mas que nome é então?
Muitas pessoas sabem que o nome do Messias é realmente o mesmo nome que o de Josué, filho de Nun. Joshua's o nome ( ‫ ( יהושוע‬foi pronunciado originalmente como "Yehoshua", no hebraico.
No entanto, o histórico arqueológico e escritural; mostra que todas as provas indicam que o Messias foi realmente chamado por este nome no primeiro século, o nome popular de formar curta.
Esse formato curto foi pronunciado assim: "Yeshua" ( "Yeh-Shu-ah"), e esta forma específica ter alcançado este formato curto finalmente de ( "Yeshua"), é a seguinte. Josué, filho de Nun era originalmente chamado "Oséias, ' (Números 13:8, 16), que significa 'salvação'.
Moisés o Profeta então chamado Hoshea 'Yah-Hoshea' (Yehoshua ou Josué), que significa 'deve guardar Yahuah (o Seu povo). "Para ser tecnicamente correcto, mas também traduz perfeitamente para "a salvação de YHWH", ou "YHWH salva."
No Tanach (ou Primeiro Pacto), Yehoshua's nome está escrito duas vezes, na sua forma completaseis letras, Yud-Hey - Vav-Shin-Vav-Ayin ( ‫ .( יהושוע‬
Quando enunciados no presente completa seis carta do formulário, este nome é pronunciado corretamente como"Yehoshua '(ou alguns dizem Yahushua).
Contudo, uma vez que em Hebraico, foi mais tarde abreviado esta seis letras do nome (Yehoshua) encurtando para cinco letras, Yud-Hey-Vav-Shin-Ayin ( ‫ ;( יהושע‬e esta forma é utilizada umas duzentas vezes ao longo de todo o Tanach.
‫ = יהושוע‬Yehoshua
‫ = יהושוע‬Yehoshua
‫= יהושוע‬Yehoshua
Mesmo que o segundo Vav‫ ( ו
foi removido, a pronúncia manteve-se a mesma, porque a vogal é o ponto similar ao som do segundo Vav ( ‫ ( ו‬foi acrescentado o Shin ( ‫ (. ש‬Assim, ‫ יהושוע‬e ‫ יהושע‬são pronunciadas exatamente da mesma maneira: Yehoshua.
No entanto, estas foram as alterações, que o Nome do Messias sofreu.
As mudanças na Babilônia: Antes dos judeus irem para o cativeiro Babilônico, eles mantiveram o mandamento do Pai, fazendo-se conhecido o seu nome, utilizando-a no quotidiano com saudações e bênçãos (por exemplo, Ruth 2:4). Devemos também notar que; Levitico Sacerdócio foi ordenado na Torá
para abençoar os filhos de Israel em ‫ 'יהוה‬O nome (que exigia do sacerdócio a pronuncia do seu nome): Bemidbar (Números) 6:27 - 22 e ‫ יהוה‬falou a Moisés, dizendo:
23 "Diga a Aharão e seus filhos, dizendo: 'Esta é a maneira que vocês devem abençoar os filhos de Israel. Diga a eles:
24 " ‫יהוה‬YHWH/ abençoe e os sustentem;
25 ‫ יהוה‬faça brilhar sobre vós, Seu rosto, E tenha misericórdia de ti;
26 ‫ יהוה‬levante Seu semblante diante de ti, e te dê a paz "."
27 "Portanto, eles devem colocar o meu nome nos filhos de Israel, e eu vos abençorei ".

Embora o sacerdócio tenha sido ordenado abençoar os filhos de Israel, com o nome de ‫, 'יהוה‬ quando os judeus foram para o cativeiro na Babilônia, o linhqaem do sacerdócio foi perdido, e surgiram os Rabínos Judeus, para tomar seus lugares.
No entanto, em vez de continuarem a tradição da bênção sacerdotal dos filhos de Israel, colocando o nome de ‫ 'יהוה‬sobre eles, os rabinos instituiram uma outra prática (que realmente quebrou o Terceiro Mandamento).
Os babilônios tinham uma tradição que o nome do seu Deus não era para ser pronunciado.
No entanto, porque os judeus foram cumprimentando-se mutuamente em ‫ 'יהוה‬o nome, os babilônios faziam disto uma diversão, em relação as saudações Judaicas, em nome de YHWH, chamando-lhes «Yahus'.
A História não registra como surgiu, mas parece provável que os Rabinos judeus viram seus captores Babilônicos como sendo culpados por violarem o Terceiro Mandamento, tendo o seu nome pronunciado em vão. Portanto, em um esforço para manter os babilônios sem pronunciar o nome de YHWH em vão, instituiu-se o costume que ninguém deveria falar ‫ 'יהוה‬o nome em voz alta, sob pena de morte.
O Rabinato por fim declarou que os judeus deveriam falar apenas, os nomes que os Rabinos substituíram para subtítulos, do nome Divino.
Estes foram os substitutos aprovados pelos Rabinos' Adonai ' (que significa "Mestre de mestres") e "Hashem" (significando 'O Nome'). Para manter os babilônios longe do nome YHWH, e continuarem a blasfemar contra o nome Divino, os rabinos também alteram o nome de Yehoshua.
Segundo o pensamento hebraico, os nomes que se inicia em ‫' ( יה‬Sim') ou ‫ ")יהו
‬Yahu 'ou'Yeho") são considerados como nomes Divinos, e no intuito de manter que ninguém blasfêma-se (ou ridiculariza-se) o Nome Divino, os rabinos também declaram que qualquer nome começando com ‫ יה‬ou
‫יה יהושע יהוש‬tais como) deviam se dispor de todos, mas o início Yud ( ‫ ( י‬seria removido.
Quando o nome Yehoshua ( ‫ ( יהושע‬Foi desta forma compactado (com o ‫ הו‬removido), o segundo Vav ( ‫ ( ו‬era simultaneamente restaurados para a ortografia. Assim, enquanto a parte da frente foi reduzido de ‫ יהו‬a ‫ , י‬o back-end foi restabelecido a ‫ )שוע‬significa 'salva').
Devido a estas progressões das alterações, o nome de "Joshua" está escrito de várias formas ao longo o Tanach. Começando com uma carta de seis letras ( ‫ (, יהושוע‬em seguida, evoluiu para uma forma mais curta de cinco letras ( ‫ (, יהושע‬e, finalmente, acabou por ser digitadas mais curta com quatro ( ‫ ( ישוע‬que era comumente utilizada após o Exílio Babilônico.
Assim, o nome do Messias foi
a partir de:
‫ = יהושו‬Yehoshua
‫ = יהושוע‬Yehoshua
‫ = יהושע‬Yehoshua
‫ = יהושוע‬Yehoshua
‫ = ישוע‬Yeshua
Esta forma abreviada de quatro letras ( ‫ ( ישוע‬foi a mais comumente usada durante o período do Segundo Templo, como registrado nas profecias pós-babilônicos, nos livros de Zacarias:
Zecharyah (Zacarias) 3:8
A forma abreviada de quatro letras é a forma comumente utilizada em situações pós-Exilio-babilônico como os livros de Zacarias e Ageu. Além disso, o ossário (urna mortuaria) de Ya'akov ben Yosef (ou Tiago, o irmão do nosso Messias) registra o nome do Messias, na sua forma abreviada de quatro letras ( ‫ .( ישוע‬Uma vez que esta forma abreviada de quatro letras ( ‫ ( ישוע‬era o um comumente usado em Israel durante o tempo em que nosso Messias viveu, é lógico pensar que
este é o nome correto.
Ele realmente foi chamado na realidade; na Peshitta Aramaico Brit Hadashah (Aliança Renovada) também se registra o nome do Messias, reduzido de quatro letras Hebraicas ( ‫ .( ישוע‬escrita sobre a Forma "Yahshua"
Em nossos dias, Existe um esforço para restaurar a pronúncia do nome do nosso Criador, Recebendo suas bençãos no quotidiano, através de seu nome, alguns fiéis manifestaram preocupação com a utilização do nome curto de quatro letras forma, Yeshua ( ‫ .( ישוע‬Insistindo que o nome do Messias deve ser pronunciado (justamente) como "Yah-shua", ou então é uma blasfema.
Estes grupos' com está tese é curiosa, especialmente considerando que a pronúncia específica "Yah-shua" não é encontrada em qualquer lugar das Escrituras, quer no hebraico no Texto Massorético (Tanach), ou na Peshitta Aramaico (Pacto Renovado). Também não é encontrada em nenhum
escrito.
Pergunto-me por que esses grupos insistem no restabelecimento de algo que nunca foi escrito.
O seu argumento é algo parecido com isto:
No pensamento hebraico, os nomes que se inicia em Yud-Hey ( ‫ ( יה‬ou Yud-Hey-Vav ( ‫ ( יהו‬são considerados de suporte ao nome Divino (de ‫ .( יהוה‬Assim, uma vez que o Filho nos diz que: Ele veio em nome do Seu Pai (João 5:43), acreditamos que o nome do Filho deve conter por completo o Yud - Hey ( ‫ ( יה‬ou Yud-Hey-Vav ( ‫ ( יהו‬combinação, a fim d uma vez que esta forma abreviada de quatro letras ( ‫ ( ישוע‬Yeshua: era o nome comumente usado em Israel durante o tempo em que nosso Messias viveu, apenas é lógico que, este é o nome que o qualificam como o nome dado a cima nos Céus e entre os homens, pelo qual os homens podem ser
salvos (Atos 4:12).



Yosef Ben Ruach.

Comentários